segunda-feira, novembro 11, 2019

O Skal Internacional São Paulo e ABR (Associação Brasileira de Resorts) realizaram a primeira edição do Turismo Digital, que discutiu o tema ‘Economias Colaborativas: A Nova Era do Viajante’. Um dos assuntos abordados foi o projeto de lei 232/17, do vereador Paulo Frange (PTB-SP), que trata da regulamentação da atividade de hospedagem para do segmento Cama & Café (B&B). O evento aconteceu no dia 1º de junho, no Tivoli Mofarrej.

“A partir de agora, vamos estreitar o envolvimento de todas as entidades representativas do turismo, para complementar e aprimorar o projeto de lei 232/17”, disse Aristides Cury, presidente do Skal São Paulo.

Para o presidente do Skal, as novas atividades que surgem precisam ser regulamentadas. “A regulamentação evita distorções e estabelece isonomia na relação com os demais players”, completou.

Edson Pavão, secretário de Turismo de São Sebastião (litoral de São Paulo), também participou do evento e se comprometeu em levar as principais conclusões aos municípios do litoral norte.

Entidades representativas do setor, como ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação) e FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil), apoiam a iniciativa do Skal.

This is a Sidebar position. Add your widgets in this position using Default Sidebar or a custom sidebar.